PGR É UMA VERGONHA NACIONAL E UMA AMEAÇA À DEMOCRACIA …

O Presidente João Lourenço nomeou um forte criminoso para exercer os cargos de Director Nacional da Logística do Ministério do Interior e da Logística do Comando Geral da Policia Nacional.
Trata-se do Comissário, Sebastião Cambinda “Vietnam”.

Texto de Dito Dalí

Fonte: LAULENU

A Procuradoria Militar das Forças Armadas Angolanas esconde processo-crime onde é participado por crime de peculato, o Comissário da Polícia Nacional, Sebastião Cambinda “Vietnam”, actual Director Nacional da Logística do Ministério do Interior.

Partindo do princípio de que a Constituição da República de Angola consagra no seu art.º 191º que a Procuradoria Militar é o Órgão da Procuradoria-Geral da República cuja função é o controlo e a fiscalização da legalidade no seio das Forças Armadas Angolanas (FFA), da Polícia Nacional (PN) e dos órgãos de segurança e ordem interna, garantido o estrito cumprimento das leis.”

Assim sendo, o Digno Procurador Militar junto do Comando Geral da Polícia Nacional (CGPN) – Brigadeiro DIRECEU, no exercício das suas funções encompriu por omissão em virtude de ter engavetado há mais de um (1) ano,

o Douto Despacho do Digno Procurador-Geral da República recaído no Processo-crime n.º 01/PGR/SIC-CE/18, de 12 de Abril de 2018, onde é participado o Comissário SEBASTIÃO CAMBINDA VIETNAM, Director Nacional da Logística do Ministério do Interior, por prática do crime de Peculato p.p. nos termos do art.º 313 do Código Penal, remetido aquela Instância através da nota n.º 00000288/ GAB.PGR/2018 de 13 de Abril, vide em anexo e sendo sua descoberta só tornou possível em 07 de Maio de 2019, após muitas démarches junto do Gabinete do Digníssimo Procurador Geral da República.”

A nossa fonte adiantou que, o engavetamento premeditado do douto Despacho recaído no referido Processo por parte do Digno Procurador Militar em referência, tratando-se de Magistrado do Ministério Público e conhecedor da Lei,

teve como objectivo único de encobertar o participado (corrupto) Comissário VIETNAM, mesmo tendo sido citado nas práticas criminosas, foi possível sua nomeação para os cargos de Director Nacional da Logística do Ministério do Interior e da Logística do Comando Geral da Policia Nacional,

que em abono da verdade, terá sido induzido em erro gravíssimo,

Sua Excelência o Presidente da República, pela nomeação em Dezembro de 2018, de um criminoso e corruptor more.

Porém, alerta-se aos órgãos competentes, nomeadamente, a PGR, Tribunal Supremo Militar e outros afins, que seja feita a justiça nos marcos da Lei.

Que este bandido e   potencial corrupto ,  o Comissário

Sebastião Cambinda “Vietnam”, Director Nacional da Logística do Ministério do Interior, seja exonerado e levado à Tribunal para ser julgado e responsabilizado pelos crimes por este cometidos no exercício das suas funções (gestor público).

Apela-se igualmente ao Persistente da República, João Lourenço, que seja exonerado do cargo de Director Nacional da Logística, para ser entregue à Justiça.

Caso queira continuar na sua luta de combate à corrupção a que se comprometeu. Os documentos falam por si, esse comissário tem que pagar pelo que fez (roubo público), o Conselho Nacional de Segurança tem estado a enganar o PR João Lourenço.

Radio Angola

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *